Secretário do Ministério da Educação visita Cáritas

O secretário de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação (MEC), Paulo Gabriel Soledade Nacif, participou de um encontro com a nova coordenação colegiada da Cáritas Brasileira nesta quarta-feira, dia 06/01. Conforme ele, tratou-se de uma “visita a amigos institucionais”, realizada a partir de uma iniciativa do MEC. O objetivo seria pedir à Cáritas “apoio no fortalecimento de ações direcionadas à educação de jovens e adultos no Brasil”.

“A Secadi, tem atribuições vinculadas à inclusão educacional e ao respeito à diversidade nas escolas. Como a Cáritas tem um histórico de ações nesta linha realizadas em todo o Brasil, nós estamos aqui para dialogar sobre uma possível construção de projetos conjuntos e também sobre uma integração entre nossas ações. O Brasil tem 81 milhões de pessoas com mais de 18 anos que não concluíram o ensino médio; 58 milhões de pessoas com mais de 18 anos que não concluíram o ensino fundamental e 13 milhões de pessoas na condição de analfabetos e analfabetas. Precisamos nos mobilizar para avançar no atendimento e no sucesso educacional destas pessoas”, aponta o secretário Paulo Nacif, que esteve acompanhado do assessor Murilo Camargo na visita.

O Diretor-Executivo da Cáritas Brasileira, Luiz Cláudio Mandela, saudou a presença dos representantes do Ministério da Educação na sede do Secretariado Nacional. “É importante esta aproximação, porque o próprio governo federal está priorizando a educação, a partir do uso do lema “Brasil, Pátria Educadora” em suas ações. Entretanto, ao lidar com tantos públicos quanto aqueles com os quais a Cáritas trabalha, verificamos que a questão educacional é um problema ainda a ser solucionado em nosso país, principalmente entre os mais pobres”, destaca Mandela. Ele mesmo completa: “o encontro de hoje com a Secadi/MEC tem esta perspectiva de construção conjunta que vai colaborar para a ação da Cáritas e, principalmente, para o protagonismo destas pessoas”.

Também participaram do encontro desta quarta-feira os coordenadores da Cáritas, Alessandra Miranda e Fernando Zamban. Para ela, uma possível parceria entre a instituição e o Ministério da Educação é expressiva para a mobilização em torno dos processos de educação e de alfabetização junto à população adulta. “Estamos começando a construção de um caminho. Esta aproximação entre sociedade civil e Estado é importante para pensarmos estratégias conjuntas de sensibilização quanto aos problemas educacionais ainda existentes e para a elaboração de propostas de enfrentamento aos mesmos”, pondera Alessandra.

Por Luciano Gallas / Assessoria Nacional de Comunicação
Foto: Luciano Gallas

Notícia publicada no site Cáritas Brasileira em 06 de janeiro de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *